Lumière adaptée pour les microalgues

É importante interessar-se por certos elementos antes de começar a cultivar microalgas. Escolher um bom sistema de cultura (fotobiorreatores, raceways, green panels…), encontrar os parâmetros mais adequados ou ainda selecionar a sua microalga em função das suas necessidades são apenas exemplos de parâmetros essenciais a ter em conta para obter resultados qualitativos e quantitativos.

No entanto, independentemente do modo de cultura escolhido ou a microalga, é necessário dar-lhe um acesso regulado e adaptado à luz. A Lucy explica-lhe a importância da luz para o crescimento das microalgas.

A luz, o primeiro fator limitador na cultura das microalgas

As microalgas são organismos autotróficos, ou seja, estas desenvolvem-se graças à fotossíntese.

Para que este mecanismo funcione, é preciso respeitar certas condições, nomeadamente o consumo de dióxido de carbono, (CO2), de água (H2O) e de luz. Deste modo, esta combinação vai permitir aos cloroplastos converter estes elementos em energia sob a forma de hidratos de carbono, necessários para o bom desenvolvimento das microalgas.

Os elementos a ter em conta para ter a luz mais adaptada à sua cultura

Vários elementos devem ser tidos em conta no controlo da luz:

  • A irradiação: a regulação da intensidade luminosa é especialmente importante, não fornecer luz suficiente abranda o seu desenvolvimento. Inversamente, uma célula que receba demasiada luz será fotoinibida.
  • Os ciclos: certas microalgas necessitam de mais luz do que outras. O seu desenvolvimento vai, então, depender de sazonalidades. Utilizar uma luz artificial permite de se livrar ou regular o ritmo nictemeral (dia/noite) e de trazer uma fonte luminosa contínua com um espetro adaptado.
  • O espetro luminoso: caracteriza os comprimentos de onda emitidas pela luz. Adaptar os diferentes espetros permite otimizar o crescimento de certas microalgas.
  • O acesso à luz: é importante para as células receberem luz de forma homogénea. As microalgas têm tendência para se auto-sombrearem e, assim, restringir o acesso à luz de outros organismos presentes no mesmo ambiente que elas. Para colmatar tal, é necessário ter uma boa hidrodinâmica.

Caso deseje aumentar as suas produtividades, não hesite em interessar-se pelas nossas barras de LED. Elas regulam a luminosidade para que as microalgas efetuem a sua fotossíntese no grau de irradiação desejado.

Outros fatores são importantes para a cultura das microalgas

Apesar de tudo, a luz não é o único fator a ser tido em conta para produzir biomassa. A dosagem dos nutrientes, a agitação, o pH são uma lista não exaustiva dos parâmetros importantes para cultivar microalgas.

Até breve para uma nova edição de conselhos e dicas para a cultura de microalgas.

Lucy